11 de jul de 2015

Day 80: Distante nós Vamos (28 de maio)

Quando eu finalmente conseguir viajar pelos Estados Unidos, eu gostaria que minha viagem fosse um filme indie. 

Tudo bem, o filme de hoje é uma proudção de estúdio, mas sua atmosfera foge do mainstream (e adotou um modo de produzir ecológico). Talvez a trilha sonora de Distante nós Vamos (Away We Go), um filme dirigido por Sam Mendes em 2009, com John Krasinski e Maya Rudolph, tenha inspirado o pensamento sobre a minha viagem indie. Não tenho certeza, porém. A história de um casal que visitam amigos e parentes em lugares diversos a fim de encontrar o melhor lugar para criar o filho que está para chegar pode ter tido uma parte nessa impressão também. O casal tenta encontrar seu lugar no mundo e um ambiente afetuoso para seu filho. Eles se sentem inadequados para a tarefa à frente, e não conseguem se imaginar sozinhos nessa. Eles tentam, então, aprender com os outros o que devem fazer, buscando refúgio e apoio nas pessoas amadas. Vários lugares, diferentes pessoas, diversas experiências pessoais: pude me conectar com histórias que fizeram um grande sentido para mim. 

Adorável é uma palavra adequada a essa história. Puro amor, é uma expressão boa. 

E divertida demais para o meu próprio bem foi o pensamento constante (principalmente quando eu engasguei com o suco durante uma das trapalhadas fofas do personagem de Krasinski). Uma dica: comidas e bebidas devem ser evitadas aqui. Desde a primeira cena, boa demais para ser verdade, eu já havia me dado conta disso. De verdade. O começo já está na minha lista de primeiras cenas favoritas. 

Não tenho certeza de que Distante nós Vamos seja um título adequado, no entanto. A minha percepção do filme foi justamente no sentido contrário. A viagem, como muitas durante a nossa vida, acontece na realidade dentro de nós mesmos - no coração, mente, alma. Desculpa se isso parece super cafona. Mas assim acontece, principalmente numa jornada que tem como principal objetivo encontrar o nosso lugar no mundo. Não se trata de uma missão fácil, mas que aqui acaba por ser bastante afetuosa, com os dois protagonistas fofos e as pessoas amadas ao seu redor - família e amigos. 

Um último pensamento: Às vezes, eu realmente não estou com vontade de ver um filme. Ou eu estou muito envolvida com um livro (como ocorreu neste dia), ou quero ver o novo episódio de Penny Dreadful... O fato é que há ocasiões sem que me vejo no final do dia sem ter cumprido com este desafio. Encontrei Away We Go by por acaso, às 23h, no Netflix, e foi uma surpresa muito feliz. Em uma questão de minutos, eu havia esquecido meu livro. Bom, não de todo (eu passei a noite lendo, depois do filmes, e escrevi a versão deste post em inglês num estado totalmente zumbi), mas ao menos durante todo o filme eu pude aproveitar a viagem, identificando-me com ela imensamente.  

http://onemovieadaywithamelie.blogspot.com/2015/05/day-eight-away-we-go-may-28.html



Distante nós Vamos (Away We Go)Dirigido por Sam Mendes. Com:  John 
Krasinski, Maya Rudolph, Allison Janey.  Roteiro: Dave  Eggers, Vendela 
Vida. EUA/Inglaterra, 2009, 98 min., Dolby Digital/DTS, Color (Netflix). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário