12 de set de 2015

Dia 140: O Som ao Redor (27 de julho)

Velhos costumes, novas maneiras, questões atuais... nada parece mudar de verdade. 

Os fundamentos perversos de uma comunidade é apresentado na narrativa peculiar e interessante concebida por Kleber Mendonça Filho na sua estréia na direção, O Som ao Redor. Infelizmente, eu não vi o filme no cinema, mas finalmente pude me surpreender com essa história fundamental neste dia.  

Não à toa o filme recebe seu título. Os sons que compõem uma vizinhança de classe média na bela cidade do Recife são os narradores de fato aqui. O visível cuidado como design de som (também creditado a Kleber) é uma forma de nos inserir na vida dos moradores dessa vizinhança, de forma a percebermos o que se esconde por detrás da banalidade da sua vida cotidiana. Nos acompanhamos seu dia-a-dia, seus conflitos, interesses amorosos, dificuldades, estruturas social e familiar... e, como ocorre com esses moradores, não percebemos a ameaça maior que se encontra ali, estabelecida desde tempos anteriores. Sua presença reconhecida e até mesmo admirada, no nosso ambiente próximo,  causa horror e espanto. Um olhar atento de um contador de história a respeito de sua própria comunidade. 

Eu absolutamente amei esse filme. Sempre me maravilha como alguns cineastas conseguem contar da vida de uma forma tão detalhada e precisa, seja por meio de uma narrativa mais tradicional ou de forma mais inovadora (como é o caso aqui). Nessas produções, que carregam consigo grande honestidade, vemos a vida por uma mente de aumento. Vemos nossas próprias faces nessa lupa: visualizamos cada poro, aberto de forma a absorver o que está ao nosso redor, de um modo contundente. 

http://onemovieadaywithamelie.blogspot.com.br/2015/07/day-140-neighboring-sounds-o-som-ao.html


O Som ao Redor. Dirigido e escrito por Kleber Mendonça Filho. Com:
Ana Rita Gurgel, Caio Almeida, Maeve Jinkings. Brasil, 2012, 131 min.,
Dolby Digital, Color/Petro & Branco (DVD).

Fragmentos: Sense8 (de novo :), temporada 1, episódios 9 e 10.

Nenhum comentário:

Postar um comentário